Capitão Rodrigo – A saga de um homem comum

capitao2

“Um espetáculo multilinguístico, alinhado com a perspectiva pós-moderna. Música, teatro e projeções. Prende, agrada e convence. É uma excelente iniciativa.”
Antônio Hohlfeldt, crítico de teatro

A ópera rock da banda Capitão Rodrigo A saga de um homem comum é um espetáculo de rock’n’roll que vale-se de múltiplas linguagens artísticas para fazer uma sátira da sociedade contemporânea, abordando de forma criativa e bem-humorada as injustiças sociais, os valores impostos pela mídia, a descrença nas instituições, a opção por soluções violentas e a incerteza quanto ao acerto das escolhas.

O espetáculo conta a vida e morte de Pompeu Homero, nascido em família de classe média, que na infância é reprimido pelos pais, sofre chacotas na escola e é abusado pelo padre local. Quando adulto, inconformado com as injustiças sociais que lhe rodeiam, decide transformar-se num justiceiro, passando a matar corruptos, pedófilos e quem mais cruzar seu caminho. Elevado à condição de celebridade nacional, vira garoto propaganda e acaba parando no Big Brother. No Juízo Final questiona Deus-Diabo sobre as mazelas do mundo e recebe seu veredito.

Ao tempo de uma hora, a história é contada através de 11 músicas autorais, executadas ao vivo, intercaladas por narrativas, performances e projeções de imagens.

Estreado um junho de 2015 no Theatro São Pedro, em Porto Alegre, o espetáculo foi aclamado pela crítica e pelo público, tendo sido indicado a prêmios em artes distintas, ao Prêmio Açorianos, de Música e de Teatro – fato inédito no RS. Das 5 indicações, entre elas a de Melhor Espetáculo Musical, ganhou o troféu de Melhor Produção.

Os músicos-atores são Cuba Cambará (teclado), Eduardo Schuler (bateria), Gilberto Oliveira (baixo), Juliano Rossi (sax – Pompeu Homero), Nando Rossa (guitarra e narrações) e Rafa Cambará (gaita e voz).

A direção é da multipremiada Liane Venturella, cujos trabalhos circulam pelo Brasil e Europa.

Pompeu Homero chega agora em São Paulo, no Teatro Jaraguá, para fazer justiça com as próprias mãos.

FICHA TÉCNICA
Texto: Rafa Cambará e Cuba Cambará
Direção: Liane Venturella
Dramaturgia: Kike Barbosa
Elenco: Rafa Cambará, Cuba Cambará, Ju Rossi, Nando Rossa, Eduardo Schuler e Gilberto Oliveira.
Iluminação: Mike Scherer
Cenário: Ju Rossi
Figurino: Daniel Lion
Música original e trilha sonora: Banda Capitão Rodrigo e André Trento
Programação visual e Projeções: Juliano Ambrosini
Direção de produção: Lud Flores
Produção executiva: Dida Ortiz
Assessoria de Imprensa: Vivi Drumond
Realização: Mosaico Produtora Cultural

Temporada: 2, 3, 9, 10, 16, 17, 23, 24, 30, 31 de março 2016
Horários: quartas e quintas, às 21h
Duração: 60 minutos
Gênero: Ópera Rock
Classificação indicativa: 12 anos

Postado em Aconteceu